Browsing All Posts filed under »Arte sem Mistério«

Arte sem mistério. “SERMÃO DO BOM LADRÃO OU DA AUDÁCIA”, Padre Antônio Vieira

março 15, 2014 por

1

Pregado na Igreja da Misericórdia, em Lisboa, na Quaresma de 1655, perante D. João IV, cortesãos e altos dignitários (juízes, ministros e conselheiros). Valendo-se do mote de uma carta de São Francisco Xavier a D. João III, afirmando que, na Índia portuguesa, se conjugava o verbo raptar ou roubar por todos os modos, Vieira desenvolveu […]

Arte sem mistério. Body Art II. Por Valéria Pisauro

março 1, 2014 por

5

(na continuação de seu artigo Body Art, Valeria Pisauro nos apresenta agora uma das artistas, Gina Pane) 2. GINA PANE(Biarritz, 1939 — Paris, 1990) GINA estudou na escola de Belas Artes de Paris entre 1961 e 1966, durante a década de 70 tornou-se um dos expoentes máximos da Body Art, utilizando sempre o corpo como […]

Arte Sem Mistério. BODY ART OU ARTE DO CORPO. Parte I. Por Valéria Pisauro

fevereiro 1, 2014 por

1

I. DEFINIÇÃO:   Nas décadas 1960 e 1970 a arte expande suas fronteiras mudando completamente suas regras, dando abertura para o surgimento de uma nova relação entre o corpo e o artista, tornando-se impossível, desde então, pensar a arte apenas com categorias como pintura ou escultura. As novas orientações artísticas, apesar de distintas, partilham um […]

Arte sem Mistério. OSWALD DE ANDRADE. Por Valéria Pisauro

novembro 9, 2013 por

0

São Paulo, 1890 – 1954)   “Viajei, fique pobre, fique rico, casei, enviuvei, casei, divorciei, viajei, casei…já disse que sou conjugal, gremial e ordeiro. O que não me impediu de ter brigado diversas vezes à portuguesa e tomado parte em algumas batalhas campais. Nem ter sido preso 13 vezes. Tive três filhos e três netos […]

Arte sem Mistério. Lygia Clark II (obras). Por Valéria Pisauro

outubro 26, 2013 por

2

II – OBRA:     “BICHO” (1960)         … placas que então compunham, justapostas, a superfície branca do quadro, começaram a se levantar, buscando a terceira dimensão. Era como se o deserto, fecundado, ganhasse vida, se abrisse em pétalas, lentamente. Ela denominou esses novos quadros (seriam quadros?) de “casulos”. E nesses casulos dormiam de fato as […]

Arte sem mistério: Lygia Clark I. Por Valéria Pisauro

outubro 12, 2013 por

3

LYGIA CLARK   (Belo Horizonte, 1920 – Rio de Janeiro, 1988) “Pintora, escultora, auto-intitulou-se não-artista.”   A ideia é o espaço abstrato. A realização é um espaço-tempo. A superfície modulada é a materialização da ideia-espaço. A ideia-espaço deve ser realizada dentro do seu próprio tempo. A superfície é construída em função da necessidade da ideia-espaço […]

Arte sem mistério: ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE “MORTE VIDA SEVERINA” E “VIDAS SECAS”. Por Valéria Pisauro

setembro 21, 2013 por

4

I – INTRODUÇÃO:   O poema de João Cabral apresenta não apenas uma interpretação da obra de Graciliano Ramos como, também, aponta para os locais de encontro entre sua própria obra, em especial “Morte e Vida Severina” e “Vidas Secas”, do maior dos regionalistas de 30.    “O que me interessa é o homem, e homem […]